"Aprende a desprezar as coisas exteriores, aplica-te às interiores e verás como vem a ti o Reino de Deus."

19 dezembro 2016

Perdoa, Senhor


Perdoa Senhor, a ingratidão
O queixume sem razão
Por não agradecer tudo o que me dás
Perdoa os meus dias mais cinzentos
Por não Te bendizer em todos os momentos
Uma vez que foi Contigo que encontrei a Paz
Perdoa, Senhor, quando dou por garantido
O valor da vida, da saúde, do meu respirar
Perdoa, Senhor, a minha ociosidade sem sentido
Perdoa-me para me poder perdoar
Perdoa, Senhor, quando não sei sorrir
Perante a Tua enorme benevolência
Obrigado, Senhor, por me puderes ouvir
Obrigado por me criares na Tua descendência.

Sem comentários:

Enviar um comentário