"Aprende a desprezar as coisas exteriores, aplica-te às interiores e verás como vem a ti o Reino de Deus."

22 setembro 2014

Oração para antes de dormir

Esta oração foi-me ensinada no ano 1984, por uma pessoa idosa, embora as palavras não estejam no Português correto, divulgo-a igual á original.

Na minha caminha me deitei
Com intensão de erguer,
 Lá por a noitinha adiante
 Um anjinho me veio dizer,
Que eu havia de morrer.

Senhor, eu não estou preparada
Para contas de mim dar,
Ás portas do céu me hei-de achar,
 Rainha do céu e da gloria,
 Virgem pede ao Senhor,
Que me assista e
 Que me valha a vencer esta batalha,
 Que ao inferno não vá dar.

A mim dão-me lágrimões,
Se não guerras e paixões.
Ó meu Deus não creia,
Que eu peca
 Dá-me fala até á morte
 Meu coração sempre forte
 Contra o mau pensamento,
Mau pensamento final.

Olhos de manso Cordeiro,
Estava lá no altar
Perguntei como se chamava:
“Sou o menino Jesus,
pregadinho numa cruz,
Com três cravos cravados,
 Um espinho de ouro coroado.

Quem esta oração disser antes da morte três dias,
 Nossa Senhora lhe aparecerá e lhe dirá:
“Filho ou filha chega-te a mim,
que eu te venho avisar
 vou chamar Jesus Cristo,
que te venha perdoar;
Se tiveres algum pecado,
Que não disseste ao confessor
 diz ao Meu Amado Filho, que é o nosso Senhor”.
Amém

20 setembro 2014

Porque te amo, Maria




«Mulher, eis o teu filho!»
Num dia em que os pecadores escutam a doutrina
D'Aquele que os queria receber no céu
Encontro-te com eles, Maria, na colina;
Alguém disse a Jesus que tu querias vê-Lo.
Então, o teu divino Filho, em frente de toda a multidão,
Do Seu amor por nós mostra a imensidão;
Ele diz: «Quem é a Minha mãe e quem são os Meus irmãos?» e
«Quem é meu irmão, minha irmã e minha mãe,
Senão aquele que faz a Minha vontade?» (cf Mt 12,48-50).
Ó Virgem Imaculada, das mães a mais terna,
Ao escutar Jesus, não te entristeces,
Mas alegras-te por Ele nos fazer entender
que a nossa alma se torna aqui na terra a Sua família.
Sim, alegras-te por Ele nos dar a Sua vida,
Os tesouros infinitos da Sua divindade!
Como poderia não te amar, ó minha mãe querida,
Vendo tanto amor e tanta humildade. [...]
Tu amas-nos verdadeiramente como Jesus nos ama
E, por nós, consentes em afastar-te d'Ele.
Amar é tudo dar e dar-se a si mesmo;
Quiseste prová-lo permanecendo como nosso apoio.
O Salvador conhecia a tua imensa ternura,
Sabia dos segredos do teu coração maternal.
Refúgio dos pecadores, foi a ti que Ele nos entregou
Quando deixou a Sua cruz para nos esperar no céu. [...]
A casa de São João tornou-se o teu único abrigo;
O filho de Zebedeu vai substituir Jesus.
É o ultimo detalhe que nos dá o Evangelho,
Da Rainha dos Céus não me fala mais.
Mas o seu profundo silêncio, ó minha Mãe querida,
Não mostra que o próprio Verbo eterno
Quer ser Ele a cantar os segredos da tua vida
Para encantar os filhos, todos os eleitos do céu?
Em breve irei ouvir essa suave harmonia;
Em breve, no céu tão belo, te verei.
Tu, que me vieste sorrir na manhã da minha vida,
Vem sorrir-me uma vez mais [...] Mãe, eis chegada a noite!
Já não temo o esplendor da tua suprema glória;
Contigo sofri e quero agora
Cantar no teu regaço, Virgem, porque te amo
E dizer, para todo o sempre, que sou tua filha!

Poesia de Santa Teresinha do Menino Jesus